Garantias e compromissos: a mudança começa em cada um

Por Rafael Petniunas

Os cidadãos estão para um país assim como uma torcida está para um clube de futebol. Os habitantes da região devem ser respeitados, não é à toa que o número manifestações só cresce com o passar do tempo, em prol de uma qualidade de vida melhor. Os direitos devem ser mantidos e seguidos por todos. Mas nem sempre os próprios cidadãos fazem por onde para ter suas garantias asseguradas. Os compromissos que temos devem ser seguidos à risca, para que possamos cobrar nossos direitos. Direitos e deveres não podem andar separados.

Apesar de parecer algo banal, manifestar-se contra algo ou alguém em local público tem suas regras também. Pratique cidadania, mas com responsabilidade. Não só podemos nos manifestar como devemos ir atrás do que nos pertence. Mas não é recomendável esquecer regras básicas na hora de exercer seu direito. Não é permitido portar armas, drogas, desrespeitar os policiais, depredar patrimônio publico… Muitos não temem as autoridades que ali estão apenas exercendo sua função de manter a ordem. O que as pessoas querem é lutar pelo futuro do país, porém algumas estão dispostas a passar por cima dos que não as deixem depredar ou agredir alguém. Aí é que mora o perigo.

Quem quiser se manifestar e exigir seus direitos, deve seguir suas obrigações como cidadão. Votar para escolher nossos governantes, cumprir as leis, respeitar os direitos sociais de outras pessoas, educar e proteger nossos semelhantes, proteger a natureza, proteger o patrimônio público e social do País, colaborar com as autoridades. Esses são apenas alguns deveres que devem ser seguidos. Muitos valores estão invertidos no Brasil, tornando cada vez mais difícil manter a ordem em relação ao assunto em questão. Reclamamos muito de políticos e cobramos dignidade, mas na primeira chance que temos, utilizamos do “jeitinho brasileiro” de ser, ou qualquer atitude que pareça simples, mas que mostra muito da nossa índole.

É imprescindível que o cidadão conheça seus direitos, assim como seus deveres. O estado tem obrigações, assim como nós. Nossa legislação é muito desconhecida ainda, e existem muitas leis que protegem os direitos dos cidadãos – a Constituição Federal, o Código Civil, o Código do Consumidor, entre outras. É importante que esteja cristalino tudo o que podemos reivindicar e cobrar. Todavia, a cobrança deve começar por si próprio, fazendo uma autoanálise como cidadão, para que possa, a partir desse ponto, buscar um aqualidade de vida cada vez melhor e mais justa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s